SEDE: Av Odilon Luis, 190 - Cidade Nova I - Vazante - MG | CEP 38.780-000 Telefax: (34)3813-1171 E-mail: sindicato@metalurgicosvazante.com.br
 
  Bem Vindo ao site do Sindicato dos Metalúrgicos de Vazante/MG,
 
   

CÂMARA PEDE EXPLICAÇÕES SOBRE ROMBO DO FGTS.
sem imagem

06/05/2013 – 15:56

A Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público da Câmara dos Deputados aprovou hoje (dia 5), requerimento do deputado federal Paulo Pereira da Silva, o Paulinho da Força, convidando o presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, e o secretário-executivo do Conselho Curador do FGTS, Quenio Cerqueira França, para prestar esclarecimentos sobre os rombos nas contas do FGTS.

O requerimento tem a seguinte justificativa: "desde 1999, os trabalhadores do Brasil vêm sofrendo diversas perdas no que se refere ao cálculo da correção do FGTS, representando um percentual de 88,3%. Isso porque, a partir daquele ano, a TR começou ser reduzida paulatinamente até estacionar no zero em setembro do ano passado, encolhendo também a remuneração do Fundo de Garantia – corrigido por juro de 3% ao ano, mais a TR”.

Diversos sindicatos já ingressaram no Poder Judiciário visando à correção retroativa dessas perdas, gerando ações, que somadas podem se tranformar no maior processo judicial da história do País, em termos de pessoas e volumes movimentados.

Vale ressaltar que, desde 1999, o FGTS dos trabalhadores brasileiros está sendo corrigido de maneira errada. O confisco na correção chega a 88,3%. Só nos últimos dois anos, somam aproximadamente 11% de perda, na correção.

“Em 2000, a inflação foi de 5,27% e o governo aplicou 2,09% nas contas; em 2005, a inflação foi de 5,05% e aplicaram 2,83% nas contas; em 2009, a inflação foi de 4,11%, e as contas receberam só 0,7%. Desde setembro de 2012, a correção das contas tem sido de 0%”, alerta Paulinho.

Fonte: Assessoria da Força Sindical

          

[+] Veja mais noticias              Voltar para página inicial

 

 

 


Acompanhe-nos no
Veja nossa página do Facebook

Acesso restrito a direção do sindicato!

Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos