CÂMARA APROVA, COM MUDANÇAS, “MP DA LIBERDADE ECONÔMICA”